CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

domingo, 8 de fevereiro de 2009

A quem possa interessar...



Depois de 1 mês de ausência criativa, vim aqui me manifestar e dizer que continuo na mesma. Felizmente, eu ando muito nostálgica esses dias.
Então, já que me lembraram a tal da Teoria do milho, vou postar [É Gustavo...eu vou postar ¬¬]. Pelo menos, nunca mais esqueço! xD~


“O milho é uma planta da família Gramineae e da espécie Zea mays. Comummente, o termo se refere à sua semente, um cereal de altas qualidades nutritivas. É extensivamente utilizado como alimento humano ou ração animal. Acredita-se que seja uma planta de origem americana, já que aí era cultivada desde o período pré-colombiano e desconhecida pela maioria dos europeus até a chegada destes à América. É um dos alimentos mais nutritivos que existem.”- Google sobre MILHO.

Como algumas pessoas sabem, os norte-americanos investem pesado no cultivo de milho. Divulgam na TV que é saudável comer milho e coisas a base de milho. Para se ter uma idéia do que estou falando, por causa da demanda gerada pelo marketing do produto, muitas fazendas aumentaram tanto a produção que sobravam toneladas de sacas de milho e não tinha utilidade pra elas. A partir disso, começaram a surgir alternativas para regularizar o problema. Alguns dos beneficiados por essas alternativas foram os fazendeiros criadores que começaram a alimentar seus animais com rações à base de milho: Rações para cavalos, bois, porcos...Rações para caninos e felinos e até rações para peixes. Gente, por favor...Peixe não come milho! Aves comem! Sem contar a diversidade de alimentos industrializados feitos com milho, como por exemplo os cereais matinais e salgadinhos (Cheetos, fandangos...).
Além do mercado alimentício, os americanos apostam também no combustível extraído do milho.
Agora voltando a falar das aves, afinal o milho é o alimento principal dessa classe. Essa produção em massa de milho, teve repercussão nos criadouros de galinhas e frangos, já que em determinados lugares, as aves recebem estimulantes dilatadores para comerem mais, muito mais milho. Assim as galinhas ficam grandes e atingem o tamanho para o abate satisfatório.
Dá pra ver que gira um universo bem complexo em torno do milho.
Eu nunca poderia imaginar...Apesar de ser uma pessoa que ADORA frango. E milho também.
Mas depois dessa história toda, comecei a pensar: Coitados das galinhas e frangos! Imagine o que é passar a vida inteira comendo desenfreadamente, com a certeza de que vou morrer, e o que é pior, morrer GORDA, só pra alimentar o topo da cadeia alimentar, que apesar de ocupar um lugar privilegiado na cadeia, não tem o menor bom senso e come FRANGO acompanhado de MILHO! É como se um dia eu fosse comida por uma galinha acompanhado de, sei lá, batatas!
Decidi que não posso mais comer frango com milho.
É muita tortura!


Julho de 2007, Valença – RJ.
; )


p.s.: Créditos ao BRILHANTE F. Bispo que me contou e relembrou essa história divertida!Feliz aniversário, queridoo!
E também, ao MALA do Gustavo, que me inspirou no título da postagem. Hahahaha’
Beeijo, Guu! ;*


2 comentários:

»҉ Iڪٲک ҜяÐøﻜº =Þ« Ѽ disse...

Dúvida: como tu botou a assinatura no fim do post???

_kéroL disse...

segredasso!
não conto...pq do jeito q nego gosta de plagiar minhas idéias...
vai ter 792137198273 blogs assinados tbm. (y)